Jorge Miranda_Bio

Jorge Miranda 

Jorge Manuel de Araújo de Oliveira Miranda nasceu em Cascais em 1936, onde viveu até 1971, ano em que passou a residir em Oeiras.

Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, foi professor, com carácter prolongado, da Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril, Escola de Teatro de Cascais, Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril e Universidade Sénior de Oeiras.

No âmbito da História Local tem publicados centenas de artigos e trabalhos, em edições autónomas, boletins culturais, revistas da especialidade e jornais.

Agraciado com a Medalha de Mérito Municipal (Grau Ouro) da Câmara Municipal de Oeiras (1993), Medalha de Mérito da Junta de Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra (2005), “Prémio Neves e Sousa” (carreira e versatilidade jornalística) da Câmara Municipal de Oeiras (2003), Medalha Municipal de Mérito Cultural da Câmara Municipal de Cascais (2013) e “Prémio Imprensa Regional” da Sociedade Histórica da Independência de Portugal (1988).

Na imprensa regional foi redactor e, sucessivamente, director-adjunto e director do Jornal da Costa do Sol , mantendo, entretanto, assídua colaboração em outros órgãos de informação local, escrita e falada, como A Nossa Terra (Cascais), Jornal da Região-Oeiras , Oeiras Actual, A Voz de PaçodeArcos , CSB-Rádio( ex- RádioClubedeCascais ), RádioMiramar (Oeiras) e Rádio Comercial da Linha (Paço de Arcos).

No quadro do associativismo cultural, é membro da Associação Cultural de Cascais, Sociedade Propaganda de Cascais, Biblioteca Operária Oeirense, SociedadedeLínguaPortuguesa, EspaçoeMemória–AssociaçãoCultural de Oeiras, Universidade Sénior de Oeiras – Associação Cultural e Grupo de Amigos do Museu da Pólvora Negra (Barcarena), integrando ainda o Conselho de Fundadores da Fundação D. Luís I, de Cascais.

Colaborou com a Câmara Municipal de Oeiras em diversas iniciativas de natureza cultural, quer a nível da organização, quer como júri ou participante activo, como, entre outras. os Ciclos de Estudos Oeirenses, os Encontros de História Local do Concelho de Oeiras, Prémio Municipal de Imprensa “Gazeta de Oeiras”, Festival Internacional de Vídeo de Oeiras, Colóquio “O Século XVIII e o Marquês de Pombal.